quinta-feira, 28 de março de 2013

Edward Sharpe & the Magnetic Zeros


WEEKY SOUND[BUNER]

Você já ouviu alguma música que te transportasse pra outro tempo, que te fizesse sentir saudades de um tempo que você talvez nem tenha vivido?

Você já assistiu algum filme que se passasse por vota da década de 60 ou 70, onde as pessoas queriam espalhar amor e paz, um filme sobre aqueles festivais de música que duravam dias e as pessoas acampavam nos parques onde aconteciam esse eventos?
Se algumas das perguntas anteriores te atraiu ou prendeu sua intensão assista o clip abaixo:


Essa música se chama "Home" é da banda "Edward Sharpe and the Magnetic Zeros". Liderada pelo vocalista Alex Ebert, essa banda produziu músicas maravilhosas, mas de longe a minha música favorita é "Home".
"Lar é onde eu posso ficar sozinho com você. Lar é qualquer lugar onde eu me apaixone por você."
Eu gostaria de ter mais pra escrever sobre essa banda, mas não há muito material informativo sobre eles. Mas tem uma coisa que eu achei bem interessante a origem da banda.
Edward Sharpe & the Magnetic Zeros
Edward Sharpe & the Magnetic Zeros
Alex Ebert começou a trabalhar em um livro sobre uma figura messiânica chamada Edward Sharpe, que depois de ter rompido com sua namorada, se juntou a um programa de 12 passos para viciados e se mudou pra uma casa com seu amigo de criação Nicholas Raymond Kellen. Segundo Ebert, Sharpe "foi envida a terra para curar e salvar a espécie humada... mas ele vivia se distraindo com garotas e se apaixonado."

Depois Ebert conheceu a cantora Jade Castrinos do lado de fora de um café no centro de Los Angeles. No verão de 2009 Ebert, Castrinos e um grupo de musicistas viajaram pelo país em um ônibus como a "Edward Sharp & the Magnetic Zeros". O primeiro show da banda foi no Marfa Film Festival na cidade de Marfa, Texas. A banda gravou seu primeiro albúm, "Up From Below", no Laurel Canyon. Produzido por Aaron Older e Nico Aglietti, o álbum foi lançado no dia 14 de julho de 2009.
Up From Below
Up From Below

Nenhum comentário:

Postar um comentário